sexta-feira, 8 de novembro de 2013

Você nasceu para ir para o inferno

Isso não é exagero. Se existe alguma certeza ao nascer é a que se você morrer você vai para o inferno! Isso não é predestinação, é fato. Adão e Eva ao pecarem “estragaram a forma” da perfeição e pureza de Deus, contaminado com o pecado não só a si, como a todas as gerações.

 “Porque todos pecaram e destituídos estão da glória de Deus;Romanos 3:23

A partir daí todos nascemos impuros e condenados a morte espiritual e tormento eterno, pois trocamos a maravilhosa Graça de Deus pela ilusão do mundo e seus atrativos.

Tente observar a situação pelo ponto de vista de Deus: Ele, sendo imensurável e onipotente, tendo criado as constelações, a terra e tudo que nela há com apenas uma ordem, parou e com suas próprias mãos, desenhou o homem com todo o carinho, à sua imagem e semelhança, a verdadeira obra-prima da sua criação. Soprou-lhe o fôlego da vida, mostrou-lhe tudo o que tinha feito e compartilhou com ele tudo que a terra poderia lhe oferecer. Quanto amor empregado, quanta dedicação! Eu imagino um fim de tarde ensolarado, Adão sentado sobre um monte observando o cair da tarde sobre o horizonte e Deus Todo-poderoso ao seu lado lhe contando a cerca dos astros e da criação do universo. Até que um dia, por um motivo tão miserável o homem põe tudo a perder. Conhecendo Deus tão de perto ele entende as consequências, mas mesmo assim desobedece. Quebrou-se a aliança, a semelhança; a obra-prima está arruinada, porque Deus é perfeito e nEle não há pecado. Imagine a tristeza no coração de Deus, sabendo que foi trocado por palavras e desejos.

É claro que não merecemos o céu. O céu foi feito para a perfeição e é a morada de Deus. Como nós pecadores poderíamos ir para lá? Somos merecedores do inferno, pois, se preferimos ouvir o diabo ao invés de estar sob a vontade do Senhor, nada mais justo do que acompanharmos seus passos para o merecido sofrimento.

Porém o amor de Deus é tão grande que ultrapassa os limites da vida e da morte. Ele nos criou para estar com Ele e não para padecer. Por essa razão,  pela sua misericórdia, Ele se dispôs a ligar novamente o homem a vida eterna, pagando o preço da morte através do sangue do seu filho e assim,  convidando-nos a estar com Ele novamente. Entretanto,  como o homem escolheu sair da presença do Senhor, também deve escolher se quer voltar. Tudo é uma questão de escolha,  sempre foi. É engraçado pensar que Deus mesmo sendo tão poderoso, tem nos dado tanta liberdade de escolha.  

Nós fomos criados para morar no céu, mas nascemos condenados ao inferno. Cabe somente a nós escolhermos o nosso destino. Jesus disse "Eu sou a ressurreição e a vida; quem crê em mim, ainda que esteja morto, viverá;" (João 11:25) e viver é viver eternamente na Glória do Pai.

"E se o meu povo, que se chama pelo meu nome, se humilhar, e orar, e buscar a minha face e se converter dos seus maus caminhos, então eu ouvirei dos céus, e perdoarei os seus pecados, e sararei a sua terra." 2 Crônicas 7:14

Entregue-se aos pés do Senhor,  arrependa-se de seus erros e entenda que só através de Cristo é possível se chegar aos céus e você terá a salvação e realizará a vontade de Deus de ter você no lugar que Ele planejou.